3 Comments

  1. aparecido alves dos santos
    8 de outubro de 2012 @ 21:56

    mais que plataforma política, o povo precisa ver reconhecida a sua soberania popular e retomar o poder constituinte que as escuras é sorrapiado pelo poder derivado. Feito isso poderiamos ampliar a capacidade legislativa da iniciativa popular saindo do ambito normativo infraconstitucional e intervindo diretamente nas decisões constituicionais do país, o que o tornaria um cidadão no mais completo toa essencia desea qualificação.

  2. aparecido alves dos santos
    8 de outubro de 2012 @ 21:59

    não podemos ter exclusivamente iniciativa para leis ordinárias e complementares, mas também, iniciativa para emendas constitucionais, isto é influir diretamente nos rumos políticos do país, isto é ser cidadão.