6 Comments

  1. Claudete Carneiro Ribeiro
    20 de julho de 2013 @ 21:57

    A população deve ser ouvida, ela sabe o que precisa.

    Reply

  2. Marina Fontenele
    22 de julho de 2013 @ 13:11

    Como podem diante disso querem construir um teleférico? A resposta pra essa pergunta a gente bem sabe… no sistema capitalista as relações econômicas são sempre determinantes! Se vivemos em uma democracia representativa, é claro que quem está no poder vai representar os interesses de quem financia as campanhas, a burguesia, que é bem diferente dos reais interesses da população! Diante disse, eu só espero que a comunidade, se já não estiver organizada, esteja se organizando para futuras mobilizações.. se eles não forem à luta, não haverá quem impeça esse desastre! A luta de classe não para!

    Reply

  3. Rocinha diz não ao teleférico | Raízes em Movimento
    22 de julho de 2013 @ 19:21

    […] fonte: matéria Publicada Originalmente no CanalIbase […]

    Reply

  4. Martins
    26 de julho de 2013 @ 20:18

    Boa matéria! Pena que nenhum morador da Rocinha foi citado num artigo sobre Rocinha.

    Reply

  5. Tânia Kuschnir
    12 de agosto de 2013 @ 16:25

    Instalar teleférico em comunidade que não tem sequer saneamento básico é um despropósito. Será que a experiência no Alemão não serviu para nada? Está claro que o que se pretende não é ajudar a comunidade e sim aparecer para a mídia como um governo que olhou pelos menos favorecidos.

    Reply

  6. Vitor Kneipp
    12 de setembro de 2013 @ 21:00

    Excelente matéria e melhor ainda a posição dos moradores organizados! Atender à população da Rocinha tem que ser prioridade da cidade inteira! Afinal, obras públicas servem para atender à qualidade de vida da população. E ter cidadãos tendo que se deslocar mais do que o necessário todo santo dia atrapalha a todos (sobretudo esses mesmos cidadãos)! E é muito, muito importante que a comunidade se faça ouvir para ver interesses representados. E isso em qualquer regime.

    Reply

Leave a Reply